Cabanellos Schuh traz Ricardo Amorim a Porto Alegre para debater perspectivas da sociedade brasileira

Por: Cabanellos Advocacia em 23 de 11 de 2017

Créditos: Ricardo Corrêa

O escritório Cabanellos Schuh realiza, no próximo dia 22/11 (quarta-feira), um encontro para apresentar a sua nova marca e o novo posicionamento da organização. O evento para 150 convidados começa às 16h, no Instituto Ling, em Porto Alegre, e terá a participação de um dos mais influentes economistas do país: Ricardo Amorim, que fará a palestra “Perspectivas e desafios para o Brasil de amanhã: o novo papel da advocacia em uma sociedade em transformação”.

Debatedor do Manhattan Connection desde 2003, Amorim é presidente da Ricam Consultoria. Economista formado pela USP, é pós-graduado em Administração e Finanças Internacionais pela ESSEC de Paris e atua no mercado financeiro desde 1992, tendo trabalhado em Nova York, Paris e São Paulo. É o único brasileiro incluído na lista dos mais importantes e melhores palestrantes mundiais do Speakers Corner.

Luiz Henrique Cabanellos Schuh, sócio fundador do escritório, falará sobre a trajetória de 16 anos da organização jurídica e sobre seu reposicionamento dentro do cenário brasileiro contemporâneo: “Queremos contribuir para uma sociedade mais justa, na qual as relações sejam menos litigiosas e mais propositivas, éticas e transparentes”. Este posicionamento preventivo, cada vez mais, tem sido a estratégia adotada pelo escritório, harmonizando as atividades de consultoria empresarial com a atuação no contencioso. As mudanças atingem também a marca da organização, cujo novo design transmite leveza, dinamismo e transparência.

Como o próprio Ricardo Amorim destaca, a tecnologia e a inovação transformam e provocam disrupção em vários setores – não apenas no que diz respeito a ferramentas e formas de trabalhar, mas também no modo como as pessoas se relacionam.

Para Luiz Henrique Cabanellos Schuh, a inovação está conectada ao comportamento e a uma nova forma de se relacionar com a sociedade, que exige leveza e transparência.